Páginas

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Light Healing® - Cura com a Luz


Light Healing® utiliza a Luz de mais alta vibração para limpar, purificar, dissolver e regenerar.

Light Healing® faz uso de dois tipos de raios luminosos, compostos pela Luz Violeta, Ultravioleta e Dourada (a Luz Crística): o Raio Largo e o Raio Laser.

O Raio largo são minúsculos raios unidos em forma piramidal que ao passar pelos sistemas do corpo atuam de maneira bastante eficiente, eliminado todas as energias nocivas, ao mesmo tempo em que regenera os tecidos e células, preenche tudo com a Luz Dourada.

O Raio Laser, é um raio de ponta fina, utilizado para tumores, cicatrizes, cistos, ..., para pequenas partes do corpo, tal como os olhos, veias e artérias,... Possui os mesmos usos do raio laser da medicina tradicional, embora este seja de cunho energético.

Uma sessão de Light Healing® é rápida e seus efeitos são sentidos imediatamente.

"Manifestar a Perfeição": esse é o grande objetivo de Light Healing®

* Saiba sobre datas do workshop

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Entrevista - Tania Resende - no Cova do Urso

Para quem quiser conhecer um pouquinho mais de Tania Resende, segue o link da entrevista no Blog Cova do Urso, do Antonio Rosa:
http://cova-do-urso.blogspot.com/2009/10/entrevista-tania-resende-dos-afirmacoes.html

Passe por lá e deixe os seus comentários!

Será ótimo interagirmos ali também!

Luz e Paz,

Tania Resende

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Reiki: Algumas considerações


Reiki é uma palavra japonesa cuja tradução significa aproximadamente: Energia Vital Universal.

Esta energia possui Sabedoria Divina, e estará disponível em suas mãos para toda a sua vida, a partir das sintonizações ocorridas no curso.

Mas, como Reiki atua? Basicamente elevando as vibrações de todos os átomos de seu corpo, auxiliando a modificar tudo aquilo que não está equilibrado, saudável e em harmonia. Por isso se diz que possui Sabedoria Divina.


Como? Muito simples: após o curso, basta impor as mãos em seu próprio corpo ou em outro ser vivo que você já estará passando Reiki.

E os resultados? São maravilhosos! Uma paz profunda começa a invadir todo o Ser. Você vai sentindo a harmonia cada vez mais presente e tudo isso acaba lhe trazendo maior saúde e bem-estar em todos os níveis.

Reiki pode ser usado sempre que necessitar e promove equilíbrio, harmonia e cura nos níveis físico, emocional, mental, energético e espiritual.

Reiki também poderá ser utilizado para animais, plantas, alimentos, situações específicas.

Porque no Anima Mundhy se faz 4 iniciações em Reiki nível 1? Acreditamos que desta forma a energia que vai para as mãos do futuro praticante Reiki fica mais forte e intensa, os chakras são melhores alinhados, sendo que assim, os efeitos e resultados se fazem sentir mais rápido e intensamente.

terça-feira, 25 de agosto de 2009

Celebração de Cura - Magnified Healing


14/05/11 – sábado, às 9:45 h.

Celebração de Cura em Magnified Healing® consiste na criação de um Templo Sagrado de Cura, constituído pelos próprios facilitadores/iniciados na técnica, que assumem diversas posições, sendo cada qual direcionada a um aspecto da cura.


A cura engloba: Ativação do Sistema Nervoso; Limpeza, estimulação e redistribuição do cálcio na espinha; Cura do corpo e equilíbrio dos chacras; Cura do Carma e Ativação das 12 fitas do DNA, Ativação da Ascensão.

As pessoas que pretendem receber a cura de Magnified Healing® passarão sucessivamente por essas posições, recebendo um tratamento completo e muito poderoso, além de manifestar a Presença da Mestra Ascencionada Kuan Yin direcionando todo o processo.

Ao final da Celebração todos os participantes enviam as energias de Cura para a Terra e realiza-se a Cura à Distância para pessoas cuja intenção for colocada por todos os participantes.Todo este processo produz uma vibração de cura fortíssima onde reina a Paz, o Amor, a Unidade, a Alegria, o Poder e a Sabedoria Divina.

Para receber um tratamento durante a Cerimônia de Celebração não existem pré-requisitos, a não ser a vontade de ser curado em todos os níveis acima descritos.Como diz Kuan Yin: "Os milagres estão na Terra", e todos aqueles que participam dessa Celebração de Cura sentem-se transformados em algum nível do seu Ser.

É um processo muito belo, cuja harmonia sublime encanta e preenche todo o Ser da maravilhosa energia do Altíssimo Deus do Universo.Este é um momento de dedicado à você, por você mesmo!
Um momento para agradecer as bênçãos recebidas e, ao mesmo tempo, um momento para elevar as suas vibrações para que a Perfeição Divina se manifeste em todos os seus corpos e na sua realidade, aqui e agora!

 Celebrante: Tania Resende

______________________________________________________________

Local: EMEF Olavo Pezzotti
R. Fradique Coutinho, 2200 - Próximo á R. Natingui -  Metrô Vila Madalena - SP



______________________________________________________________
Quer ser faciliatdor(a)?
Mande um e-mail para mundhy@animamundhy.com.br

______________________________________________________________

Um Evento ANIMA MUNDHY - TERAPIAS HOLÍSTICAS
http://www.animamundhy.com.br/

Fone: (11) 3816-2373 / 3590-0190
____________________________________________
Leia sobre: Kuan Yin

domingo, 9 de agosto de 2009

Seminário ReikiI em 4 noites


 




Data:  dias 20 e 27 de junho, 04 e 11 de julho – 4 segundas-feiras                     

Hora: 19:00 as 22:00 h  

Inscrições até 17/06/11

Através de
mundhy@animamundhy.com.br









Reiki significa ENERGIA VITAL UNIVERSAL, a qual possui uma Sabedoria Divina.
=============================================================

Programa do curso

- Histórico do Reiki e dos mestres, as escolas de Reiki (origem e características);

- Definição da palavra Reiki e considerações sobre essa energia;

- Exercício de percepção da energia;

- Definição de iniciação (sintonização), como se realiza e qual sua importância;

- Os 21 dias de purificação;

- As 18 posições: teoria e prática;

- Treinamento: troca entre os participantes;

- A auto aplicação e sua importância;

- Conceituação de Energia, fontes de aquisição de energia;

- Conceituação de Aura (campo de energia humano) e suas divisões (corpos áuricos);

- Vivência prática para ver o próprio campo de energia;

- Conceituação de chakras e os caminhos de energia no corpo humano;

- Desequilíbrios no campo energético e sua interferência no corpo físico (somatizações);

- Como o Reiki atua nas causas dos desequilíbrios;

- Os campos dimensionais e suas influências em nossa vida;

- Os princípios do Reiki, sua importância e formas de vivenciá-los;

- Tratamentos específicos com Reiki (ciático, fraturas, câncer, etc.);

- Reiki em plantas, alimentos, animais, remédios,...;

- Meditação de encerramento e entrega de certificados.


Ministrado por Marcos Simões
Mestre em Reiki Tradicional
Mestre em Reiki Japonês

Seminário Tachyons


Tachyons: A Experiência

Data: 16/08/09 - Domingo às 10:00 h
Local: Anima Mundhy
Metrô Vila Madalena - São Paulo - SP
Energia de Troca: R$ 160,00
Inscrições:
mundhy@animamundhy.com.br


Um seminário diferente para aprender de maneira prática e divertida, através de dinâmicas em grupo, como compartilhar desta energia de abundância.

Uma oportunidade para conhecer a Energia Tachyon.

Energia que responde e dá suporte as suas mais profundas intenções, e que são as responsáveis de transformar sua vida e sua realidade.

Conteúdo:
- Martina Bocknik & Tommy Thomsen
- A Galaxy nº1 e os Tachyons
- Energia Tachyon
- Escala de Modulação
- Como funcionam os Tachyons
- Exercícios e Experiências Práticas com os Tachyons
- Apresentação e Venda de Produtos

Facilitado por João Carlos Sanches
Formado por Tommy Thomsen e Martina Bochnik
Tachyon Teacher – Terra Tachyon

Palestra: Tachyons e Meditação com a Pedra Filosofal


Tachyons: A Serviço do Nosso Bem estar!

Data: 11/08/09 - Terça-feira às 20:00 h
Local: Anima Mundhy
Metrô Vila Madalena - São Paulo - SP
Energia de Troca: R$ 20,00
Inscrições:
mundhy@animamundhy.com.br

Temas abordados:

- Energia Tachyon

- Efeitos da Energia Tachyon

- Como se sente os Tachyons

- Meditação com a Pedra Filosofal

Facilitador: João Carlos Sanches(Jonny)
Formado por Tommy Thomsen e Martina Bochnik
Tachyon Teacher – Terra Tachyon


Outras informações: Tachyons e Medicina do Futuro


Tachyons e a Medicina do Futuro!



Pergunta: Querido Kryon: Qual sua opinião sobre a Energia Taquiônica? O Processo de Taquionização terá alguma função na ciência, medicina e meditação no futuro?

Resposta: Sim, tudo isso e muito mais. A Energia Taquiônica não pode ser colocada em uma caixa e separada de outras energias interdimensionais, embora ela seja específica. Chamem-na de "energia oculta e benigna do Universo”. Ela está sempre disponível e pode ser focalizada (colocada em objetos), mas "é sentida" como um amigo que lhe ajudará quando for necessário.

Quando você sente a energia de um cristal, ou talvez de algumas gemas (pedras), todas elas têm uma energia poderosa que é útil para propósitos específicos. O táquion é uma das únicas energias nesta "sopa de energia" que ressoa (sintoniza-se) com você para permitir seu equilíbrio.

A função total do táquion é realçar (intensificar) a sua vida e permitir que outras energias façam o seu trabalho. Portanto, é uma energia muito tranqüila que conduzirá a si mesma para a sua energia e "saberá" como te ajudar, não importa o que esteja acontecendo.

Aqueles que encontraram meios de colocar o táquion no vidro e em outros materiais, te oferecem uma oportunidade de carregá-lo com você, mantendo-o ao seu redor, de uma maneira mais especializada. Isto eventualmente levará à inclusão de coisas científicas e médicas, pois quando vocês compreenderem o propósito do táquion que é "preparar o palco", começarão a perceber como ele é necessário em todas as coisas.

Lembrem-se, vocês estão todos em um estado quântico. Sua realidade não é vista desta forma, já que vocês se sentem singulares. Mas ao invés disto, estão "conectados". Isto permite que as energias como o táquion existam e saibam quem vocês são.

Tradução: Gustavo Amorim
Extraído do site
http://www.kryon.com/ na sessão de Perguntas e Respostas

quarta-feira, 15 de julho de 2009

Respiração

Observe a sua respiração.

O que se mexe mais quando você respira: o peito ou a barriga?

Se é a barriga, ótimo! Quer dizer que você está respirando fundo, levando ar novo a todos os minúsculos alvéolos que formam o tecido dos seus pulmões e retirando deles o gás carbônico que precisa ser eliminado.

Mas se é o peito que se mexe, você está respirando só com a parte de cima dos pulmões. A parte de baixo fica lá, estagnada, cheia de ar velho e de resíduos, prontinha para adoecer.

Além disso, é lógico que só entra a metade do oxigênio que deveria entrar. Isso obriga você a respirar em dobro para compensar.

E para que você precisa de oxigênio? Ora, para misturar com carboidratos da comida, por exemplo, e fornecer combustível para as células. Carboidrato sozinho não funciona, oxigênio também não. Mas com uma grande diferença.. a falta de 5% de oxigênio no corpo dá enjôo e tontura, a falta de l0% pode fazer você desmaiar e a falta de 30% mata. O faquir fica 100 dias sem comer, sem respirar ele não fica.

Respirar é ainda mais importante do que comer.

Tanto assim que a gente respira sem querer. Tenta parar para ver como é difícil – Viu?

Pois é: Tudo por causa daquela grande mágica da natureza que é o entra-e-sai. Inspira, entra; expira, sai; os dois movimentos tem a mesmíssima importância. Quando não se deixa sair uma coisa, a outra não pode entrar.

Muitas das eliminações do corpo acontece através da expiração, como por exemplo as toxinas das gorduras super aquecidas que a gente come (leia-se pastel chinês, ou o queijo derretido da pizza) ou cheirinho de alho: não sai nas fezes nem na urina nem na pele, sai no ar.

Agora, temos que enfatizar que a respiração também não é só ar, aí é que está. É energia vital – O Prana dos Hindus, o KI dos Japoneses e o chi dos Chineses, algo que é tão óbvio para os orientais quanto misterioso o ocidente. A ciência sempre perguntou aos seus botões; como é que o corpo se relaciona com a mente? Longe, muito longe, os sábios da Antigüidade respondiam: Pelo Prana, pelo KI...

"Respira fundo!", dizemos a nós mesmos quando queremos coragem. E já notou como a respiração engasga ou fica presa quando vem o medo? Pela respiração a gente conhece o sono de alguém – se é lenta e profunda, a pessoa está calma; se está ofegante, sem ritmo, algo incomoda.
O que fazemos quando queremos passar despercebidos? Prendemos a respiração. Quando aguardamos uma resposta importante, também. E, assim que a coisa se resolve, respiramos aliviados. E quando a gente morre de saudades, ou desanima? Suspira – deixa sair ali, expirando, soltando uma coisa que parece estar presa no peito. E quando dá uma boa risada, não é, um monte de ar que sai? Ra Ra Ra Ra Ra, olha só como a barriga encolhe na gargalhada – ou no choro, já que chorar também é deixar sair, e quanto mais profundo o choro mais a gente expira. (Sabia que a composição química das lágrimas muda conforme a razão do choro?)

HÁ TRÊS ASPECTOS BÁSICO NA RESPIRAÇÃO:
RITMO, PROFUNDIDADE E DURAÇÃO

A RESPIRAÇÃO LENTA ACALMA: Deixa a pessoa pacífica e compreensiva, produz clareza de pensamento. Diminui o ritmo das atividades biológicas e a temperatura corporal tende a baixar.

A RESPIRAÇÃO RÁPIDA EXCITA, produzindo um estado mental instável. A pessoa muda de emoções bruscamente e tem reações inesperadas de ataques e defesa; torna-se mais subjetiva e egocêntrica, vê mais os detalhes que o todo, fica mesquinha.

A RESPIRAÇÃO PROFUNDA GERA HARMONIA entre todas as funções do corpo, e com isso há mais satisfação, estabilidade emocional, confiança e capacidade de expressão. Facilita a meditação e o sentimento amoroso.

A RESPIRAÇÃO SUPERFICIAL GERA CARÊNCIA, já que não supre as necessidade orgânicas de oxigênio, e isso se reflete no estado emocional. A pessoa fica medrosa, volúvel, insegura, ruim de memória e de intuição. A angústia tem muito a ver com isso.

A RESPIRAÇÃO LONGA DÁ PODER DE CONCENTRAÇÃO; traz paciência, calma, tolerância, desenvolve uma visão das coisas e a consciência do aqui-e-agora. A memória e a visão do futuro se tornam mais extensas e claras.

A RESPIRAÇÃO CURTA É DISPERSIVA, traz impaciência, cria um ritmo irregular; a gente muda muito de idéia, tende á intolerância e ao mau humor. Custa a se adaptar aos ambientes, vive sempre em conflito e se apega mais aos detalhes que ao todo.

Donde se conclui, sem muito esforço, que uma respiração longa, lenta e profunda pode criar dentro de cada um de nós um oásis particular de harmonia, paz e saúde. E de graça, veja só!
Utilizável em qualquer hora e em qualquer lugar, por qualquer pessoa, em qualquer situação. Já pensou no guarda apitando furioso porque você atrapalhou completamente o trânsito e você ali, respirando lenta-longa-profundamente, enquanto as coisas se resolvem, sem abalar por um segundo sequer a harmonia do seu ser? Sem deixar a sua integridade, que afinal foi dada por Deus, ser atingida por uma mera contingência do caos urbano?

E na hora de pedir um empréstimo ao banco, então? Ou de dizer ao patrão que ele está errado? Ou então de levar o seu projeto ao Cnpq? Ou de se candidatar à presidência da associação de moradores do seu Bairro? Ou de conquistar aquela pessoa que você quer de qualquer jeito?


A RESPIRAÇÃO É A SUA ARMA.
COM ELA VOCÊ DOMINA A SUA ENERGIA VITAL.


Fonte: http://www.musicaeadoracao.com.br

sábado, 4 de julho de 2009

Cromoterapia


O nosso mundo material é constituido de formas e cores, a cor é uma força cósmica, vital e a forma externa é somente a reprodução material de um corpo espiritual.

Uma cor é essencialmente uma manifestação material da realidade espiritual, que se dá na presença da "Luz". A luz é algo que nossos olhos não podem ver, mas que torna visísel toda a matéria. A luz do Sol ( ou artificial ), ilumina as formas e nossos olhos captam os reflexos dessa luz transmitindo através dos nossos olhos as formas e cores que são interpretadas por nosso cérebro.

As cores primárias são três : Amarelo, Azul e Vermelho, todas as demais resultam de misturas das cores primárias como por exemplo : Azul +Vermelho = Violeta, Vermelho + Amarelo = Laranja,Azul + Amarelo = Verde.

As misturas de todas essas cores, resultam nos mais diversos tons e matizes que colorem o nosso mundo visível, existem ainda outras cores como o infravermelho e o ultravioleta que só podem ser distinguidos por meios adequados e em laboratórios, pois de todas as cores presentes na natureza o olho humano só pode perceber um pequeno espectro.

Já, outros animais, têm seus olhos adaptados para perceber diversos outros espectros, como por exemplo as abelhas que se orientam pela cor ultravioleta para localizar determinada flôr, o verde das folhas, é no entando, percebido por ela como incolor .Na era moderma um dos pioneiros nos estudos da cromatologia foi o Dr. Edwin Babbit, autor do livro " Principles of Light and Colour", no qual escreveu: " Em um quarto escuro, e de olhos fechados, comecei a ver a formação do meu (ser) íntimo e depois de alguns meses estava em condições de perceber maravilhosas luzes e cores, que nehuma linguagem poderá descrever a "Cor" da qual estaremos falando, trata-se da manifestação da "Luz" como energia e que portanto pode ser percebida até no escuro, desde que a pessoa esteja devidamente preparada para sentir as vibraçõs no seu íntimo, em infinitas radiações e fluxos de correntes luminosas.

São essas vibrações, radiações e fluxos de energias, que irão atuar na aura daqueles que se submetem à uma terapia pelas cores, através dos chakras e meridianos, equilibrando os seus corpos, etérico e físico.

Edgar Cayce, um místico americano de Virginia Beach, quando criança, podia ver a aura completa em torno das pessoas, como um arco-iris de cores e luzes que as envolvia, e admirou-se ao saber que os outros não a viam igualmente.

A aplicação terapêutica das cores é denominada cromoterapia e era utilizada há muito tempo pelos antigos egípcios que já possuiam uma perfeita psicologia das cores. Conheciam a natureza e formação das cores e em seus templos preparavam locais onde doentes da mente e do corpo eram submetidos à cromoterapia.

Arqueólogos encontraram evidências convincentes de que certos aposentos nas pirâmides, tinham sido construídos de forma tal que permitiam a entrada dos raios solares e de que estes eram decompostoas nas sete cores do espectro. Os "médicos" diagnosticavam que cor ou cores faltavam na aura do indivíduo, enviavam-no então ao aposento apropriado onde absorveria o raio ou raios coloridos necessários à recuperação de sua saúde.

Esses conceitos eram conhecidos desde os tempos mais remotos. Em todas as culturas, observa-se o estudo das cores e podemos encontrá-lo associado à diversas práticas esotéricas, como o Feng Shui, Cristrais, Astrologia, etc.

As cores podem ser utilisadas em diversas áreas, com resultados espantosos.

Apenas recentemente seu poder começa a ser reconhecido por médicos, psiquiátras, o mundo da moda, marketing, etc. Isto porquê as cores têm uma linguagem própria, que fala diretamente ao nosso íntimo e às nossas emoções podendo influenciar todos os ramos de nossa vida, tais como : sucesso nos negócios, na vida familiar, na vida sentimental, na saúde, no emprego, etc.

A cromoterapia pode ser aplicada no dia a dia, afim de obter equilíbrio ou estímulos, mental, espiritual e emocional , apenas com o uso de roupas nas cores adequadas, para atrair determinado tipo de vibração.

Obs : Esta terapia não tem contra-indicações e pode ser utilizada tanto por adultos como por crianças. Não recomendamos suspender as medicações que eventualmente se estejam tomando, sejam alopatas sejam homeopatas, pois a cromoterapia atua em outro nível. Aconselhamos que o paciente continue com o acompanhamento médico tradicional, inclusive para constatar a regressão da doença. Se achar conveniente, comente com seu médico que está pretendendo usar a cromoterapia e ouça a sua opinião, se não sentir-se seguro dos resultados que irá alcançar, não inicie o tratamento com a cromoterapia, pois sua mente já estará bloqueando o efeito desejado.

Esta postagem é um resumo do artigo de Carlos Roberto: "A Magia das Cores"

quarta-feira, 1 de julho de 2009

Gravidez é tempo de atividade física


Foi-se o tempo em que a grávida precisava ficar quase em repouso. Hoje, já é comprovado que se a mãe se mantém ativa e saudável, ela faz bem para o bebê e para si mesma. “O exercício não precisa ser proibido. O importante é avaliar qual atividade combina com cada momento da gravidez”, explica o ginecologista e obstetra, Aléssio Calil Mathias, diretor da Clínica Genesis.


A atividade física é importante em qualquer ciclo da vida, em se tratando de gestantes, isso não seria diferente, já que esta prática irá lhe trazer benefícios como melhora da circulação sangüínea, funcionamento do intestino, controle do peso além de um bem-estar geral.


“É de suma importância a prática da atividade física durante o pré-natal, pois, desta forma, a gestante ganha menos peso, melhora a atividade cardio-circulatória e, ainda, previne quadros como diabetes gestacional e doença hipertensiva específica da gestação. Devemos levar em consideração algumas exceções, onde é proibida a atividade física, como: placenta baixa, descolamento placentário, sangramentos, trabalho de parto prematuro, dentre outras razões médicas”, diz Mathias.


Se a mãe já é praticante de alguma atividade física antes mesmo da gravidez, o seu corpo já está condicionado para fazer este esforço durante a gestação. Já o contrário, iniciar a prática de uma atividade física durante a gestação pode não ser recomendável.


“Para as mamães que não tinham o hábito de praticar atividades físicas antes da gravidez, minha recomendação é a prática de hidroginástica, yoga, pilates, mas somente após completar o primeiro trimestre de gestação”, recomenda o diretor da Clínica Genesis.


Atividades como hidroginástica, yoga e pilates são bastante indicadas para gestantes, pois não se tratam de exercícios de impacto, além de trabalharem a mente e o controle da ansiedade das mães.


Estudos ainda revelam que a hidroginástica agrada aos bebês, além de contribuírem de forma positiva para o parto. “Caminhar também melhora a função cardio-respiratória”, diz o médico. “Já quando a mulher é habituada a praticar alguma atividade física, não vejo nenhum empecilho em dar continuidade ao processo durante a gestação.


Muitas vezes, mesmo que iniciem a atividade física durante o pré-natal e não apresentando intercorrências, as gestantes também podem ser orientadas a continuar. É obvio que sempre acompanhada por um profissional. Como cada caso é único, a melhor opção é sempre consultar o seu obstetra antes de iniciar a prática de exercícios”, recomenda o ginecologista Aléssio Calil Mathias.


“A gestante deve ser orientada quanto a importância de manter uma alimentação saudável, equilibrada e sem longos períodos de jejum para manter seu metabolismo sempre ativo. Portanto, deve-se ter atenção quanto à alimentação da gestante e a prática de atividade física”, explica Ana Paula Mendonça P. Martins, nutricionista da Clínica Genesis.


“De preferência, a gestante deve procurar um nutricionista ou um médico nutrólogo para orientação durante todo o pré-natal, independente da paciente fazer ou não uma atividade física”, recomenda a nutricionista da Clínica Genesis.


De uma maneira geral, a alimentação da gestante que pratica exercícios físicos deve ser equilibrada, saudável e individualizada, respeitando sua rotina, além de incluir grande quantidade de frutas, verduras, legumes e água para manter um aporte suficiente de nutrientes.


Ana Paula também chama atenção para o vestuário da gestante durante a prática de exercício físico. “Deve-se sempre utilizar roupas confortáveis de modo que as mesmas não incomodem a futura mamãe”, defende a nutricionista.


Fonte: http://www.bemparana.com.br/index.php?n=112290&t=gravidez-e-tempo-de-atividade-fisica

Tratamentos alternativos amenizam as dores nas costas




A lombalgia, popularmente conhecida como dor lombar, dor nas costas ou dor na coluna, é considerada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como o principal problema médico nos países ocidentais industrializados. De acordo com a OMS, de 65 a 80% da população adulta acima dos 30 anos deverá sofrer com as dores lombares algum dia.

Problemas comuns do cotidiano como a má postura, a má alimentação, o sedentarismo, a obesidade, as atividades como agachar, carregar mochilas, malas e pastas com pesos excessivos, o estresse físico, emocional e até a depressão podem gerar desgastes de músculos, nervos, ossos, articulações ou outras estruturas na coluna vertebral, dando início à dor.

As dores nas costas podem ser constantes ou não, restritas a um local ou irradiar-se para outras áreas do corpo, devido aos nervos longos que se originam na coluna e chegam até as pernas, afetando assim, grande parte do corpo humano.

Há três anos, o empresário Daniel de Mello Peixoto Amaral sofre com a lombalgia, um problema que inicialmente parecia ser passageiro, mas que acabou gerando muitos incômodos. "O meu dia é muito corrido, trabalho com produção de auto peças, fico carregando peso o tempo todo. Chegou o dia que minha coluna não aquentava mais, a dor era tanta que eu não conseguia sair da cama, ficava de repouso total", explica o empresário. Amaral passou por diversos tratamentos, entre eles a aplicação de ondas ultravioletas, ondas curtas e ingestão de medicamentos. "Os tratamentos colaboraram muito para a diminuição das dores, mas eu só tive resultados significativos quando mudei minha rotina de trabalho, modificando o processo de produção da minha empresa, diminuindo assim, o desgaste da minha coluna", completa.

Existe uma grande variedade de intervenções terapêuticas que estão disponíveis para o tratamento das dores incômodas causadas pela lombalgia que atingem pessoas das mais variadas faixas etárias.

A acupuntura ao lado de tratamentos através de medicamentos e até mesmo massagens, colabora para amenizar o efeito das dores lombares. Esta técnica de tratamento chinesa consiste no estímulo de pontos determinados da superfície da pele e visa à recuperação global da saúde.

"Para a concepção oriental, as doenças são manifestações de desequilíbrio de forças dentro do organismo. A acupuntura consegue reorganizar estas energias utilizando-se dos pontos específicos do corpo humano onde as desordens são refletidas, acabando então com as dores", explica a acupunturista Thais Pamplona que afirma que esta técnica, aliada a outras formas de tratamento colabora para o alivio da dor.

"A acupuntura influência diretamente o nível energético das pessoas, gerando melhorias importantes para o dia-a-dia, acabando com dores, deixando o organismo em total harmonia", completa.

A maioria dos casos de lombalgia tem caráter benigno e a recuperação depende apenas de repouso e tratamento com remédios simples, como analgésicos, relaxantes musculares e antiinflamatórios. Em outros casos, como o do empresário Daniel Amaral mesmo com a realização de um tratamento intensivo, as tensões lombares podem retornar periodicamente.

As dores repetitivas podem ser evitadas com um tratamento preventivo, que visa o fortalecimento da musculatura lombar e a manutenção de uma postura corporal correta.

Além dos tratamentos preventivos tradicionais, como o alongamento, a natação e a hidroginástica, o yoga também colabora para o fortalecimento dos músculos da coluna, se tornando um importante preventivo contra as dores.

"Através da eliminação de tensões e aumento da consciência corporal, o yoga coopera para a manutenção de uma boa postura corporal, o que resulta na diminuição das dores e também diminui a probabilidade de aparecimento da lombalgia", explica a bióloga e professora de yoga Daniela Reis, proprietária do Gaya Yoga Spa.

De acordo com Daniela, o yoga trabalha diretamente com o corpo, a consciência, a inteligência e os sentidos. Dessa maneira, oferece aos praticantes um crescente domínio de seu corpo físico, suas emoções e sua mente, promovendo ainda a força física, alongamento e flexibilidade.

"As posturas e os alongamentos trabalhados no yoga facilitam a manutenção de uma boa postura corporal, contribuindo para o alinhamento e fortalecimento dos músculos paravertebrais, responsáveis pela sustentação da coluna, fazendo com que as dores na coluna sejam prevenidas", completa a professora.

Fonte:http://www.bemparana.com.br/index.php?n=65514&t=tratamentos-alternativos-amenizam-as-dores-nas-costas#

segunda-feira, 15 de junho de 2009

Recebendo e distribuindo selos






Recebemos este selo de http://cova-do-urso.blogspot.com/


Grata, Antonio Rosa!


Repassamos para:







"Eu sou luz e quero iluminar todas as pessoas com quem entrar em contato!"


As regras criadas por quem começou a corrente são estas:

1) Mencionar quem lhe ofereceu o selo.

2) Completar a frase "Eu sou Luz e quero Iluminar..."

3) Passar o selo a 5 blogues que consideremos de LUZ, avisando-os da oferta.

Cromoterapia

Cromoterapia é a ciência que utiliza a vibração das cores do espectro solar para restaurar o equilíbrio físico-energético em áreas do corpo que apresentam alguma disfunção.

As propriedades terapêuticas de cada cor vão agir nos campos energéticos que chamamos de Chakras, corrigindo e reativando o campo vibratório celular.

A Cromoterapia é uma terapia holística por tratar o ser como um todo. Cada cor tem uma vibração específica, atuando desde o nível físico até níveis mais sutis. A aplicação de cada cor tem como finalidade suprir carências de determinadas vibrações energéticas no corpo e neutralizar o excesso de outras.

A vibração de cada cor pode ser introduzida no corpo através de várias maneiras.

A Cromoterapia trata de inúmeras disfunções orgânicas , tais como, pressão alta ou baixa, artero-esclerose, anemia, gastrite, úlcera, hepatite, hemorróidas, cálculos renais, Mal de Parkinson, cefaléia,bronquite, sinusite, conjuntivite e, até mesmo, queda de cabelo. Com o aparelho de Cromoterapia podem ser realizadas sessões, utilizando cores e procedimentos específicos para o tratamento de cada disfunção.

*Cromoterapia não substitui os tratamentos médicos convencionais.

Fonte: http://br.geocities.com/emilia_terapias

sexta-feira, 29 de maio de 2009

Por que a Aromaterapia funciona?


A Aromaterapia não remete apenas a um cheiro gostoso no ambiente ou um perfume durante o banho. Trata-se, sim, de um verdadeiro e natural tratamento que serve para inúmeras situações.

Os aromas agem nos centros cerebrais e provocam reações emocionais ou físicas, tratando o organismo de uma forma integral, considerando a mente e o corpo como um todo.

As aplicações desta terapia caminham desde o relaxamento e técnicas para amenizar o estresse até meios para estimular o organismo e combater problemas estéticos - como a pele ressecada ou maltratada. Suas principais ferramentas são os óleos essenciais, extraídos de flores, folhas, cascas, raízes, frutos e sementes das plantas, como das perfumadas flores do jasmim, de onde se retira um óleo antidepressivo e afrodisíaco ou ainda o óleo extraído da limette – mais conhecida como lima – que combate a fadiga mental, além de ser também utilizado em tratamentos para a celulite.

Para entender como os óleos funcionam, devemos imaginar o caminho pelo qual percorrem em nosso corpo. Quando se aspira, por exemplo, um desses produtos, sua fragrância é captada pelas narinas, onde sensores nervosos decodificarão esta informação, transportando para o cérebro que estimulará determinadas partes do organismo. Dessa forma, atuam por todo o corpo e, de quebra, nas emoções e sentimentos do indivíduo.
Em tempos de estresse, correria e de falta de tempo para cuidarmos de nós mesmos, devemos separar alguns momentos e olhar para o nosso interior. Afinal, a beleza externa reflete, como bem sabemos, a saúde e harmonia interna. Uma forma vantajosa de se aplicar a Aromaterapia na estética dá-se pela utilização destes óleos em forma de banhos ou massagens.

Para conduzir os óleos essenciais e facilitar a sua absorção, existem os chamados óleos carreadores, que potencializam a aplicação graças à sua estrutura molecular. Quando estes produtos entram em contato com o corpo, nutrem a pele e entram na corrente sangüínea, que leva as informações ao cérebro. Trata-se, portanto, de um tratamento completo: o cliente se beneficia das essências tanto ao senti-las quanto ao recebê-las em sua pele.


Por Cristina Thomaz e Simone Valente
http://bemstar.globo.com/

segunda-feira, 25 de maio de 2009

Yoga, Respiração e Emoções

Foi constatado que as representações mentais de emoções negativas ou positivas influenciam a mobilidade do diafragma. Um aumento de 8 cm corresponde a um aumento de mais ou menos 2 litros do volume de ar inspirado, o que é muito!

Uma respiração lenta e profunda aumenta a taxa de endorfinas (os hormônios de bom humor). Isso se reflete também no funcionamento de muitos órgãos e no nível de bem-estar geral, fisiológico e mental.

A respiração profunda dissolve a ansiedade e o estresse, cujos efeitos negativos são inibidos no organismo. Estudos mostram que a respiração yogica profunda tem os mesmos efeitos de bem-estar psíquico proporcionados pela heroína... Sem os efeitos tóxicos.

Ainda mais, a endorfina abre os vasos no corpo todo, e favorece a saúde do sistema cardiovascular. Finalizando, essa endorfina propicia uma melhor qualidade de sono: mais reparador e mais profundo.

A respiração yogue lenta e profunda se torna um “euforizante” natural que, ao contrário das drogas químicas, não permite ultrapassar a dosagem permitida, porque nunca podemos respirar “bem em excesso”. O máximo que pode acontecer é expelir totalmente o CO2 e outros gases tóxicos, limpando assim completamente o sangue venoso, nada mais do que isso; ao mesmo tempo, podemos também carregar os glóbulos vermelhos ao máximo possível com o O2 que o sangue pode dissolver, mas nunca será além dos limites...

Vivemos permanentemente aquém de nossas possibilidades respiratórias, o que condena os milhares de indivíduos celulares a viver permanentemente em um meio poluído, com pouco oxigênio e a maior parte do tempo, carregado de venenos destilados por um intestino preguiçoso.

Isso é um retrato triste da grande maioria de nós. É assim que o corpo se deteriora, fica doente, senil e morre muito antes da idade programada pelos genes. O contrário seria surpreendente. Sem falar do sedentarismo, da alimentação inadequada, do cigarro, álcool, drogas.

Mas como o remédio é simples, e pior ainda, gratuito, ninguém, ou quase ninguém, pensa nisso. É necessário, absolutamente necessário, cada vez que se pense e várias vezes por dia, esvaziar nossas esponjas pulmonares, para limpá-las e em seguida colocar o máximo de superfície pulmonar em contato com o ar novo inspirado: respirações lentas e profundas Esse é o segredo da respiração que regenera.

Como as emoções influenciam a respiração?

Um outro fator crucial é a frequência/minuto da respiração. Normalmente, sem modulações devido à idade da pessoa, ela oscila entre 16 e 18 respirações/min. A grosso modo, são 1.000 por hora ou 24.000 por dia; não nos damos conta, mais é assim...

Podemos observar diferenças importantes no ciclo respiratório em decorrência das emoções... Quando as emoções são agradáveis, a respiração se torna mais lenta e a frequência por minuto diminui. Em casos de emoções desagradáveis ela fica acelerada (medo, raiva, etc.). Mas, de maneira estranha, essas duas fases não são modificadas da mesma forma: a duração da inspiração fica igual, e o que muda é o tempo da expiração.

As emoções negativas influenciam principalmente a expiração, e o simples fato de imaginar que está sentindo uma emoção positiva, mesmo que sem a sentir plenamente, modifica favoravelmente os padrões respiratórios.

Isso é importantíssimo para as pessoas estressadas. Em situações pesadas é muito difícil escapar das emoções negativas, mas é possível limitar seus efeitos negativos sobre a respiração, e por consequência, sobre a totalidade do organismo. A ideia é modificar voluntariamente os padrões da respiração para se aproximar dessas emoções positivas e assim atuar de verdade sobre o clima emocional.

Mesmo sabendo que “não se manda nas emoções”, cada um pode, quando for necessário, modificar a sua respiração. Bastar pensar e querer. Em caso de ansiedade, por exemplo, antes de entrar em um palco uma pessoa pode relaxar, suspirar devagar várias vezes, e assim dissolver 90% do estresse...


Bibliografia: “Yoga, Imortalidade e Liberdade” (Eliade, Mircea); “A Tradição do Yoga” e “Uma Visão Profunda do Yoga” (Feurstein, Georg); “Yoga e Consciência” (Henriques, Antônio Renato); “Bhagavad-Gita a mensagem do Mestre” (Lorenz, Francisco Valdomiro - tradutor).


Por Izolda Mendes de Faria

sexta-feira, 22 de maio de 2009

Yoga: prá que serve?

Vamos buscar as respostas na literatura antiga, mais próxima das origens do yoga. Vejamos as seguintes citações:

“A ausência de sofrimentos, dores e cuidados chama-se yoga...” (Bhagavad Gita, 6.23).


“A dor que ainda não chegou pode ser evitada” (Yoga Sutra, 2.16).

“Yoga tem a finalidade de cultivar o êxtase e também de atenuar as causas da aflição” (Yoga Sutra, 2.2).

“Aquele que contém bem a sua mente, a qual anda longe e vaga por grandes extensões, e cuja essência é a dúvida e o desejo – este é feliz aqui na terra e na outra vida” (Moksha Dharma, 36).

“Yoga é o controle dos turbilhões da mente” (Yoga Sutra, 1.2).

Assim, yoga é um conjunto de técnicas que tem como finalidade libertar o ser humano do sofrimento e levá-lo a conquista da felicidade. O sofrimento tem origem na ignorância, no egoísmo, na paixão (apego), na rejeição e no medo da morte (Yoga Sutra, 2.3).

Todas estas causas de sofrimento desestabilizam a atividade mental, provocando agitação dos pensamentos (turbilhões da mente). Para que tal sofrimento seja minimizado, yoga preconiza que é necessário pacificar os pensamentos, suprimindo a agitação e o diálogo mental constante.

O primeiro passo no processo de estabilização dos pensamentos, ou controle dos turbilhões da mente, é a prática de yama e nyama que tem como objetivo a autoperfeição, o refinamento da sensibilidade e dos sentimentos. Sem esta prática não é possível qualquer progresso na yoga.

Os yamas são: não violência, veracidade, não invejar/ não roubar, castidade e desapego (Yoga Sutra, 2.29 e 30).

Os nyamas são: pureza, contentamento, auto-estudo, entrega ao senhor/aceitação e auto-esforço/ disciplina/ austeridade (Yoga Sutra,2.29 e 32).

Sem estas práticas de nada adianta puxar, esticar e torcer o corpo, não há resultados, mesmo porque asana (posição corporal) é “sthira-sukham asanam”, isto é, “a postura deve ser firme e confortável” (Yoga Sutra, 2.46). Apenas isto, simples assim.

Que tal praticar yoga de verdade?


Bibliografia: “Yoga, Imortalidade e Liberdade” (Eliade, Mircea); “A Tradição do Yoga” e “Uma Visão Profunda do Yoga” (Feurstein, Georg); “Yoga e Consciência” (Henriques, Antônio Renato); “Bhagavad-Gita a mensagem do Mestre” (Lorenz, Francisco Valdomiro - tradutor).

Por Izolda Mendes de Faria

Yoga e Respiração



"Estudos mostram que os exercícios respiratórios da yoga tem os mesmos efeitos de bem-estar psíquico proporcionados pela heroína
"




Respiração lenta e profunda aumenta a taxa de endorfinas (os hormônios de bom humor). Isso se reflete também no funcionamento de muitos órgãos e no nível de bem-estar geral, fisiológico e mental.

A respiração profunda dissolve a ansiedade e o estresse.

Geralmente, considera-se que a respiração serve unicamente para abastecer em oxigênio e expulsar o CO2 (gás carbônico), etc.. Evidentemente, que isso não está errado.

Mas existem lados desconhecidos dessas técnicas, que se tratam especificamente da regeneração positiva do organismo: um verdadeiro rejuvenescimento na profundidade do organismo.

Envelhecimento respiratório

No meio dos estudiosos da senilidade – que é mais uma doença do que uma fatalidade – geralmente se ignora as modificações respiratórias que a idade habitualmente acarreta. De fato, na medida em que envelhecemos, se altera a capacidade respiratória. Gradativamente, a capacidade vital diminui. A capacidade plena é por volta dos 19-20 anos, mas com 80 anos essa capacidade vital diminui para menos que a capacidade de um menininho de 8 anos. E fica pior ainda quando se fala do volume de ar por minuto.

Isso não é fatal não! Podemos graças às técnicas de yoga, reverter esse processo.

A idade altera a nossa capacidade vital, altera o volume de ar/minuto, mas, se restauramos o “modelo“ respiratório da juventude, o corpo inteiro será regenerado. Isso não é uma promessa e pode ser verificado nos fatos.

A capacidade vital depende, em maior parte, da abertura do tórax e também do estado do tubo digestivo. Se o tórax estáa gradativamente encolhido por falta de exercício físico e por falta de uma respiração yogica – chamada também de pranayama, isso reduz de maneira estupenda a capacidade respiratória.

Principalmente se o tubo digestivo estiver inflado, pois limita as possibilidades de movimentos do diafragma no tórax e pode até bloqueá-lo – isso não é raro.

O volume por minuto, depende diretamente da capacidade vital e da flexibilidade ou, para ser mais exato, da falta de flexibilidade do tórax e do tecido pulmonar.
Isso explica porque aos 80 anos, ele atinge só 2/3 do que era na “idade” de 8 anos, mesmo que a capacidade vital esteja só reduzida em 10%.

Com os exercícios respiratórios que a yoga propõe, os benefícos são:

a) Abrir a caixa torácica;

b) Flexibilizar a caixa torácica;

c) Devolver a mobilidade ao diafragma;

d) E, finalmente, fortalecer o diafragma, já que essa musculatura é uma das mais importantes do corpo.

Os ganhos são imensos, principalmente porque se eleva a oxigenação das células, mantendo-as saudáveis e jovens.

Yoga funcina, então, como um método muito mais preventivo que curativo, recomendada a todas as idades!
Adaptação do texto de André Van Lysebeth

segunda-feira, 18 de maio de 2009

Orbes na Celebração de Wesak

Orbes são pequenas esferas luminosas, semitransparentes, que aparecem em fotos, estruturas que parecem pertencer a um mundo invisível, mas mesmo assim alcançáveis pelo ser humano.


Para ver em modelo ampliado: http://picasaweb.google.com/trtresende/OrbesNaCelebracaoDeWesak#slideshow/5334293483342930626

sexta-feira, 15 de maio de 2009

Acupuntura para náuseas e vômitos no pós-operatório


Cerca de 80% dos pacientes que passam por cirurgias experimentam náuseas e vômitos no pós-operatório, um efeito colateral da anestesia.

Mas a estimulação de um único ponto de acupuntura no punho dos pacientes pode ajudar a reduzir essas reações indesejadas e debilitantes, de acordo uma nova pesquisa que acaba de ser publicada no jornal médico The Cochrane Library.

O tratamento para as náuseas e vômitos pós-operatórios e pós-anestésicos é tipicamente feito com medicamentos antináusea (antieméticos). Contudo, essas medicações têm seus próprios efeitos colaterais, o que, juntamente com seu custo, tem levado a um crescente interesse no desenvolvimento de alternativas mais simples e não-invasivas para atenuar ou prevenir as reações.

Acupuntura contra náuseas e vômitos

O objetivo da pesquisa atual foi fazer uma revisão sistemática de toda a literatura médica para determinar se a estimulação do ponto de acupuntura do punho é uma opção eficaz.

A conclusão dos pesquisadores é que a estimulação do ponto do Pericárdio (P6) no pulso previne as náuseas e vômitos decorrentes da anestesia.

A estimulação do ponto P6 pode ocorrer por diferentes técnicas, como acupuntura ou acupressão. A acupuntura é feita com a penetração de finíssimas agulhas metálicas na pele em pontos definidos. A acupressão pode ser feita de várias formas como, por exemplo, usando uma faixa ou pulseira que pressione o ponto P6.

Liberando neurotransmissores

"Sob a estimulação do ponto de acupuntura, o sistema nervoso é ativado e avisa o cérebro para liberar certos compostos conhecidos como neurotransmissores, como a serotonina, dopamina ou endorfina," explica Lixing Lao, diretor do Centro de Medicina Integrada da Universidade de Maryland (EUA).

"Os neurotransmissores então bloqueiam os outros químicos que causam o mal-estar, as náuseas e os vômitos, neste caso, no sistema nervoso central. Desta forma o paciente não se sentirá enjoado," diz o médico.

10 métodos diferentes de estimulação

Lixing Lao e sua colega Anna Lee analisaram 40 pesquisas anteriores sobre o assunto, envolvendo 4.858 pacientes. A maioria das pesquisas envolvia indivíduos saudáveis passando por cirurgias eletivas sob anestesia geral.

Os estudos compararam a estimulação do acuponto P6 com placebo ou com os medicamentos tradicionais contra enjôos e vômitos pós-cirúrgicos.

As pesquisas analisaram 10 métodos diferentes de estimulação do ponto P6, incluindo acupuntura com agulhas, estimulação a laser, estimulação nervosa transcutânea e acupressura. Foram ainda comparadas cinco diferentes medicamentos antieméticos.

"Em termos gerais, os médicos e pacientes não têm conhecimento desse tipo de tratamento para prevenir vômitos e náuseas pós-operatórias," diz Anna. "Transformar as evidências dessa revisão em prática clínica vai levar tempo."

sexta-feira, 8 de maio de 2009

Meditação da Lua Cheia de Wesak


Meditação da lua cheia de Wesak
6a. feira, 08/05, às 19:30h
No Anima Mundhy - Metrô Vila Madalena

Contato: mundhy@animamundhy.com.br


No festival de Wesak há três fatores de importância para a Humanidade:

1. O Buda, a corporificação ou o agente das Forças da Luz, pode ser contactado e aquilo que as Forças procuram trazer para a humanidade, pode ser apropriado conscientemente.

2. O Cristo, a corporificação do Amor e da Vontade de Deus e o agente do Espírito de Paz, pode também ser contactado e a humanidade pode ser treinada para se adaptar a esse tipo de energia extra-planetária.

3. Através do Cristo e do Buda a humanidade pode estabelecer uma relação mais íntima com Shambala e então dar a própria contribuição, como centro planetário, para a vida planetária. Penetrada pela Luz e controlada pelo Espírito de Paz, a expressão da vontade para o bem da humanidade pode emanar poderosamente deste terceiro centro planetário. A humanidade, então, pela primeira vez, empreenderá sua missão destinada como intermediário inteligente, com muito amor, entre os estados elevados de consciência planetária, os estados supra-humanos e os reinos sub-humanos. Assim a humanidade eventualmente irá tornar-se o salvador do planeta.

Quando um inteiro conjunto de pessoas é animado por um único desejo superior, quando suas auras se misturam e se fundem e formam um canal unido para o fluxo que desce, o efeito é tremendamente intensificado e seu raio pode abranger o mundo. Vocês têm um exemplo disso no maravilhoso Festival de Wesak, comemorado tão universalmente na Índia neste dia, quando a própria Hierarquia se transforma num canal para a transmissão de poder e bênçãos desde os níveis em que se encontra o Buda. Ele age como um ponto focal para esse poder e passando-o através de sua Aura, derrama-o sobre a humanidade por meio do canal fornecido pela assembléia dos Senhores, dos Mestres iniciados graduados e discípulos. Esse canal é formado pelo uso de som e de ritmo, empregados simultaneamente. Pelo canto de um certo mantra, através de movimentos leves, medidos, que acompanham o canto, o funil é formado e ele alcança desde cima até a localidade desejada. As figuras geométricas formadas na matéria do plano mais elevado que o físico se transformam, elas mesmas, em maravilhosas avenidas de aproximação do centro de bênçãos para os habitantes, devas ou outros, de qualquer plano particular. Para aqueles que têm vidência, a beleza das formas geométricas é inacreditável, e aquela beleza é aumentada pelas auras radiantes dos Grandes que são reunidos ali.

Enquanto vocês preparam seus próprios corações, lembrem-se de que a Lua Cheia de Touro é a ocasião em que o Novo Grupo de Servidores do Mundo e todos os povos esotéricos e espiritualmente orientados do mundo devem trabalhar em total cooperação com o Buda, e de que a Lua Cheia de Gêmeos é a oportunidade para as pessoas de boa vontade, auxiliadas pelo Novo grupo de Servidores do Mundo, para despertar povos em todos os locais, fazer um grande apelo e por este apelo fazer com que o Cristo invoque para eles o auxílio necessário.


Textos selecionados dos trabalhos de Alice Bailey (1888-1949)

Nova sessão no Blog: Notícias Anima Mundhy

Estou inaugurando uma nova sessão no Blog: Notícias Anima Mundhy!

Nesta sessão estaremos postando informações sobre nossos eventos, novidades,... e tudo o que acontece por aqui!

Luz e Paz,

Tania Resende e Marcos Simões

Benefícios do Reiki Japonês


O Reiki Japonês é a origem do Reiki considerado Tradicional (ocidental), pois resgata as técnicas que Mikao Usui utilizava e ensinava aos seus discípulos, no Japão. É portanto o Reiki tal qual foi concebido por Mikao Usui, antes de ser adaptado para o ocidente.

As técnicas do Reiki Japonês vão além do Reiki Tradicional (ocidental), pois trazem recursos adcionais, tais como: o desbloqueio dos meridianos e tensões através do toque, entre outros.

É um tratamento que abrange não só os corpos físico, etérico, emocional e mental, como também a alma e o espírito.

Promove um tratamento profundo, envolvendo também:

Purificação do sangue
Desintoxicação energética
Equilíbrio de chacras
Limpeza de traumas
Mudança de padrões mentais e emocionais
Desobsessão e outros

Por Marcos Simões

quarta-feira, 6 de maio de 2009

Radiestesia e Radiônica: Assumindo o comando de nossas vidas

A radiestesia é a ciência que investiga as radiações dos objetos, ambientes e seres vivos. A palavra radiestesia significa sensibilidade às radiações. Utilizando o pêndulo como instrumento de pesquisa, temos como conhecer as vibrações existentes ao nosso redor, suas qualidades e atributos, e desta forma compreender a realidade em que estamos inseridos.


Existem energias que nos afetam, sejam de forma positiva ou negativa e dependendo da qualidade destas vibrações, podemos nos inserir dentro de uma realidade harmoniosa, onde tudo flui naturalmente rumo ao positivo, ou não: doenças, bloqueios, obstáculos, dificuldades,..., são indícios de vibrações negativas.

A partir das vibrações que emitimos ou mesmo das vibrações que recebemos, podemos manifestar saúde ou doença, prosperidade ou miséria, harmonia ou conflitos,... Identificá-las e corrigí-las é domínio da radiestesia e radiônica. A radiônica é a técnica utilizada para trabalhar o que foi detectado pela radiestesia. Através de gráficos neutralizadores, emissores e/ou potencializadores, temos a chance, não apenas de transmutar o negativo, como também de criar e potencializar uma realidade mais positiva e harmoniosa para nós e para todos ao nosso redor. Com a radiônica, podemos limpar, equilibrar, neutralizar e harmonizar energias, pessoas, situações, ambientes, etc.

Uma vez detectadas e neutralizadas as vibrações nocivas, podemos, através da radiônica, trabalhar para potencializar e/ou criar vibrações mais positivas, atraindo todo tipo de facilidades, não apenas para nós como também para todos a nossa volta.

Sendo assim, radiestesia e radiônica é uma técnica que nos remete ao auto-conhecimento, uma vez que nos permite identificar e classificar o que acontece conosco e levando-nos a conhecer os motivos vibracionais que nos coloca frente as situações que estamos vivendo.

Conhecer e trabalhar com radiestesia e radiônica ativa nosso Poder Pessoal, uma vez que nos coloca no comando de nossas próprias ações, pois assumimos a responsabilidade por nossa própria vida e pelas energias que nos circundam, dando-nos a possibilidade não apenas de transmutá-las como também de criá-las.
Por Tania Resende
e-mail

segunda-feira, 4 de maio de 2009

Radiestesia e Radiônica: Uma antiga Arte de Detecção e Tratamento


O termo Radiestesia vem do latim (radius) que significa radiações e do grego (aesthesis), que quer dizer sensibilidade, ou seja, Radiestesia pode ser traduzida como: sensibilidade à radiação.

Sendo assim, Radiestesia é o estudo para a investigação das radiações que envolvem o ser humano e seu ambiente, sabendo-se que muitas destas radicações podem ser nocivas, gerando todo o tipo de desequilíbrio.



Enquanto a Radiestesia é a arte de utilizar o pêndulo para a investigação, a Radiônica é a cura que fazemos para neutralizar e equilibrar as radiações (energias).

A Radiônica, então, complementa a pesquisa realizada através dos instrumentos radiestésicos, atuando com instrumentos geradores, modificadores, potencializadores e transmissores de freqüências nos locais, pessoas ou objetos, procurando restabelecer o equilíbrio através de métodos simples e eficientes.

A Radiestesia e Radiônica tem sido amplamente desenvolvida através dos tempos; sendo a mesma utilizada para auto-ajuda, proteção e acima de tudo em benefício da saúde, uma vez que possibilita rápido equilíbrio de chacras, neutralização das energias nocivas e potencialização das energias positivas.

Não dispensa a medicina tradicional, mas pode colaborar muito em qualquer tipo de tratamento, pois visa reorganizar o ser como um todo, auxiliando na eliminação das toxinas e fortalecendo o corpo para ativar todo o processo de auto-cura.

A Radiestesia e Radiônica permite atuação nos ambientes, corrigindo radiações que possam levar a muitos tipos de desequilíbrios, entre eles: desarmonia nas relações, mal estar físico, insônia, entre outros.

A Radiestesia e Radiônica também permite atuação em empresas, proporcionando um ambiente harmonioso, proporcionando o livre fluir dos negócios.

Uma das grandes vantagens da Radiestesia e Radiônica é que todo o processo pode ser feito á distância, sendo o auto-tratamento muito simples e eficaz.

Por Tania Resende

Próximo curso

Terapias Holísticas visando qualidade de vida e equilíbrio

De maneira geral, o ser humano tem buscado viver melhor, o que engloba uma série de fatores tanto externos quanto internos. De forma consciente ele começa a perceber que pode ser co-criador de sua vida e que não está simplesmente à mercê do acaso.

Nossa qualidade de vida está diretamente ligada à quantidade e qualidade de energia que temos e dedicamos ao nosso físico, ao nosso emocional e mental, às nossas relações, nosso desenvolvimento de potenciais, ao ambiente que habitamos e trabalhamos.

Há uma máxima chinesa que diz que tudo o que nos acontece está diretamente ligado às conseqüências de: * harmonização pessoal (homem) * harmonização do ambiente (terra) * bênçãos divinas (céu). E ainda dentro desse conceito chinês, o que determina a qualidade em todas essas áreas, é a presença de um bom fluxo de energia, o que eles chamam de Chi ou Qi.


Harmonização Pessoal – para uma pessoa se sentir bem, cheia de vida, de energia (ou chi), é preciso o bom funcionamento do organismo, tanto em nível físico, como mental e emocional. Para os orientais, doenças se instalam no organismo quando o fluxo de energia no organismo está bloqueado. Esse bloqueio pode ocorrer por diversos fatores, ligados a questões internas (emocionais) ou externas (influência do meio ambiente e estilo de vida). Para a manutenção, desbloqueio e bom fluir desse Chi no organismo, técnicas terapêuticas de harmonizações pessoais têm sido desenvolvidas e expandidas, garantindo ao indivíduo saúde, plenitude, alegria, integração nas relações e desenvolvimento de potenciais como um todo. Ex: Reiki, Magnified Healing, All Love, Massagem Ayurvédica, Dança Circular Sagrada...


Harmonização ambiental – um ambiente age diretamente na qualidade de vida das pessoas. Ciências e pesquisas revelam que um ambiente pode ser enfermo ou saudável, e afeta diretamente na saúde e probabilidade de acontecimentos na vida das pessoas. Algumas técnicas e terapias ambientais detectam áreas a serem harmonizadas no ambiente e promovem curas e harmonizações de forma a garantir o captar e o fluir do bom Chi, que interagirá com quem ali vive; e isso afetará na saúde, relacionamentos e prosperidade do indivíduo. Ex: Feng Shui, Geobiologia, Radiestesia e Radiônica...


Bênçãos do Céu – uma vez que o homem tem um bom fluir de Chi em seu organismo e vive num ambiente com boa qualidade de Chi, ele está mais diretamente ligado à Fonte, às bênçãos do céu, pois passa a ter uma sintonização em nível melhor, e com ampliação de consciência ele se torna um co-criador de sua qualidade de vida.

Mirian Menezes - Achuncaray

quarta-feira, 29 de abril de 2009

Fitoterapia já está no SUS - Ótimas notícas!



O Ministério da Saúde elaborou uma lista com 71 plantas que poderão gerar produtos para serem usados pelo Sistema Único de Saúde (SUS).



O objetivo da Relação Nacional de Plantas Medicinais de Interesse ao SUS é orientar estudos que possam subsidiar a elaboração da relação de fitoterápicos disponíveis para uso da população, com segurança e eficácia para o tratamento de determinadas doenças. A relação deverá ser revisada e atualizada periodicamente.


A partir de 2009, o SUS pretende ampliar a lista de medicamentos fitoterápicos disponíveis na assistência farmacêutica básica em todo o país. Atualmente, são oferecidos fitoterápicos derivados de espinheira santa, para gastrites e úlceras, e de guaco, para tosses e gripes.



Os fitoterápicos são os medicamentos obtidos exclusivamente a partir de matérias-primas ativas vegetais. Os medicamentos fitoterápicos utilizados pelo SUS são aprovados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e considerados seguros e eficazes para a população.



O Programa Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos, instituído em dezembro de 2008, tem como objetivo inserir, com segurança, eficácia e qualidade, plantas medicinais, fitoterápicos e serviços relacionados à Fitoterapia no SUS. O programa busca também promover e reconhecer as práticas populares e tradicionais de uso de plantas medicinais e remédios caseiros.


Fonte: O Globo

domingo, 26 de abril de 2009

Terapias alternativas são seguras e eficazes para crianças

Terapias complementares e alternativas

Hoje, mais do que nunca, as crianças estão sendo tratadas com terapias complementares e terapias alternativas. Estudos recentes indicam que cerca de 30% das crianças saudáveis e até 50% das crianças com doenças crônicas estão usando algum tipo de terapia alternativa.

"Há um espaço gigantesco para as medicinas alternativa e complementar na pediatria," diz a Dra. Dolores Mendelow, da Escola de Medicina da Universidade de Michigan (Estados Unidos).

Se as pessoas seguirem as instruções dos seus médicos, esses tratamentos são uma forma segura e eficaz de ficar saudável e de se manter com saúde, diz Mendelow. É por isto que as terapias complementares e alternativas estão se tornando o principal meio de tratamento para as crianças.

Terapias alternativas para crianças

Porém, enquanto determinados tipos de tratamentos alternativos são seguros, existem muitas terapias que podem ser perigosas para as crianças. Por exemplo, o mel pode ser usado contra a tosse relacionada ao resfriado comum, mas não para crianças menores de um ano de idade.

Mendelow acentua que os pais devem sempre consultar o pediatra antes de começar qualquer novo tratamento alternativo.

As terapias alternativas podem ser eficazes contra várias doenças - como resfriados e brotoejas, por exemplo - para as quais os medicamentos comuns não produzem resultados imediatos.

"Em termos de medicina complementar, nós estamos usando acupuntura, suplementação alimentar e terapias botânicas ou com ervas," afirma a pediatra.

Ela destaca algumas das terapias alternativas que podem ser benéficas para crianças:

Yoga

Os especialistas sugerem que pacientes pediátricos participem de aulas de yoga como uma forma de terapia. A yoga, quando combinada com medicamentos prescritos por um médico, pode ser utilizada para ajudar pacientes asmáticos a aprenderem a praticar e usar a respiração profunda e manterem-se calmos quando sofrem ataques. A yoga também ajuda a reduzir o estresse em adolescentes e jovens.

Tai chi

As pesquisas mostram que os adolescentes se deparam com muito estresse, o que os coloca em risco de sofrer depressão e outras desordens de comportamento. Terapias do corpo e da mente, como o tai chi, ajudam a reduzir o risco de depressão e de ansiedade.

O tai chi e a yoga ajudam a diminuir a pressão sanguínea e a atividade simpática (atividade que mantém o funcionamento do sistema cardiovascular) em crianças, dando-lhes uma sensação de relaxamento e de calma.
Terapias não recomendadas para crianças

Quiropraxia

A Dra. Mendelow alerta contra a manipulação rápida da espinha em crianças. "A coluna vertebral das crianças provavelmente não estará totalmente desenvolvida até os 18 ou 20 anos de idade e você pode de fato estar fazendo mais mal do que bem," afirma ela.

Publicada no Diário da Saúde, em 07/04/2009
http://www.diariodasaude.com.br

sábado, 25 de abril de 2009

quinta-feira, 23 de abril de 2009

Reiki em Hospitais




Segue link para assistir à reportagem:
http://www.youtube.com/watch?v=L1LCRaprvto&feature=related

Alguns resultados de pesquisas sobre Reiki


Há agora algumas experiências que validam a utilidade do Reiki como técnica de cura. Alguns dos resultados mais interessantes destas experiências demonstram que os resultados positivos são mais do que efeito placebo.


*** Wendy Wetzel, uma enfermeira descreve uma experiência de Reiki que ela conduziu: ‘Cura por Reiki - Uma Perspectiva Fisiológica’. Em seu estudo, quarenta e oito pessoas compuseram o grupo experimental enquanto dez, o grupo de controle. Os grupos tiveram amostras de sangue retiradas no princípio e término da experiência. O grupo experimental recebeu treinamento em Reiki I. O grupo de controle não foi envolvido no treinamento de Reiki. Das amostras de sangue foram analisados a hemoglobina e o hematócrito.


Hemoglobina é a célula vermelha do sangue que leva oxigênio. Hematócrito é a relação das células vermelhas do sangue com o volume total de sangue. As pessoas do grupo experimental tiveram mudança significativa nestes valores com vinte e oito por cento sofrendo um aumento e o resto uma diminuição. As pessoas do grupo de controle não tiveram mudança significante. As alterações, aumento ou diminuição, são consistentes com o propósito de Reiki que é trazer equilíbrio em uma base individual. Uma paciente teve 20% de aumento nestes valores. Ela continuou tratando-se diariamente com Reiki e depois de três meses, o aumento foi mantido. A paciente vinha de um quadro de anemia por deficiência de ferro.


***No centro médico St. Vincent em Nova Iorque a experiência foi efetuada por Janet Quinn, diretora assistente de enfermagem na Universidade da Carolina do Sul. A meta desta experiência era eliminar o efeito placebo. Trinta pacientes de coração receberam vinte perguntas de um teste psicológico para determinar o nível de ansiedade. Eles foram tratados por um grupo treinado em Reiki. Um grupo de controle de pacientes também foi tratado por pessoas, não treinadas em Reiki, que imitaram as mesmas posições de imposição de mãos. No primeiro grupo dezessete por cento tiveram o nível de ansiedade diminuído depois de cinco minutos de tratamento; o outro grupo não apresentou nenhuma modificação.


***Daniel Wirth da Ciências Internacional de Cura em Orinda, Califórnia conduziu um experimento controlado usando Reiki. Quarenta e quatro estudantes de faculdade, do sexo masculino, receberam feridas idênticas infligidas por um doutor no ombro direito ou esquerdo. Vinte e três receberam Reiki e os outros vinte não. Os tratamentos eram ministrados de tal modo que a possibilidade de um efeito placebo estava eliminada. Todos os quarenta e quatro estudantes estendem os braços através de um buraco na parede. No outro quarto, estava o reikiano administrando Reiki sem os tocar. Nem todos receberam Reiki. Foi-lhes informado que o experimento era sobre a condutividade elétrica do corpo. Ninguém sabia que a experiência era sobre cura. No oitavo dia as feridas do grupo tratado tinham melhorado 93,5 por cento comparados com 67,3 por cento dos não tratados.

***Dr. John Zimmerman da Universidade de Colorado usando um SQUID (Dispositivo Supercondutor de Interferência Quântica) descobriu que campos magnéticos são criados ao redor das mãos de aplicadores de Reiki. As freqüências dos campos magnéticos que cercam as mãos dos reikianos eram de ondas do tipo alfa e gama semelhante para as observadas no cérebro de meditadores.


***Dr. Barnard Grad de Universidade de McGill em Montreal, usa sementes de cevada para testar o efeito de energias curativas psíquicas em plantas. As sementes foram plantadas e regadas com uma solução salina que retarda o crescimento. Uma parte das sementes, lacradas em um recipiente foi regada com a solução energizada por um reikiano durante quinze minutos e outra não foi. A pessoa que molhava as plantas não sabia qual grupo estava sendo aguado com a solução energizada e qual não estava. As plantas regadas com a solução salina cresceram mais rapidamente e mais saudáveis, com 25% mais peso e um teor de clorofila mais alto. Estas experiências envolvendo plantas, além de confirmar a natureza de não placebo da cura psíquica, confirmam a antiga compreensão metafísica de que energias curativas podem ser armazenadas em água para uso futuro.

***Mais experiências estão sendo feitas e teorias científicas desenvolvidas para descrever o Reiki como técnica de cura. O desenvolvimento de equipamentos mais sensíveis permitirá à ciência entender, validar, e aceitar a realidade do Reiki. Com isto veremos um uso crescente do Reiki individualmente, na família, em hospitais e consultórios. Um conhecimento mais profundo da natureza da saúde e a unidade de toda a vida, redescobrirá a velha sabedoria que diminuirá o sofrimento, tornando a vida na terra mais agradável e promovendo a cura do planeta.


Pesquisas publicadas na Reiki News Magazine, por William Lee Rand.
Related Posts with Thumbnails